Notícias

Programa para fortalecer a literatura local

23 de Maio de 2017

Numa ação inédita, Academia Maranhense de Letras firma Termo de Cooperação Técnica com cinco instituições de ensino superior para ações na área da literatura e seus desdobramentos.

Academia Maranhense de Letras estreita os laços com as faculdades (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS-Um Termo de Cooperação entre a Academia Maranhense de Letras (AML) e os cursos de Letras de diversas universidades e instituições de ensino superior das redes pública e privada de São Luís será celebrado hoje, às 19h, na sede da instituição. Trata-se de um programa de ação cooperativa na área de literatura e suas modalidades de expressão.

O documento será assinado entre a AML e os cursos de Letras da Universidade Federal e Estadual do Maranhão e ainda das faculdades Santa Fé, Iesma e Facam. O objetivo do Termo de Cooperação será aproximar estudantes e professores destas instituições dos membros da Casa de Antônio Lobo, bem como das obras literárias maranhenses por meio da disponibilização do acervo da AML.

Para o presidente da Academia Maranhense de Letras, Benedito Buzar, a ação trará benefícios tanto para a AML quanto para os estudantes. “Por esses e outros meios reconhecemos o valor de nossa juventude estudiosa e a preparamos para ocupar a Casa que um dia lhe pertencerá”, destaca o presidente.

Caberá à AML disponibilizar seu acervo documental e a biblioteca Astolfo Marques para o estudo e pesquisa dos estudantes e professores dos cursos de Letras das faculdades. Além disso, os membros da Academia poderão participar e colaborar com as atividades acadêmicas destes cursos.

Por esses e outros meios reconhecemos o valor de nossa juventude estudiosa e a preparamos para ocupar a Casa que um dia lhe pertencerá” – Benedito Buzar, presidente da Academia Maranhense de Letras

Ação inédita

Como uma ação inédita, os alunos poderão presentar seus trabalhos de conclusão de curso – monografia, teses e dissertações – no Salão Nobre da Casa de Antônio Lobo. As apresentações serão abertas aos membros da AML, seus convidados e ao público em geral, a exemplo de professores e alunos de outros cursos e de outras faculdades. “Iniciativas assim são inéditas na Academia. Não haviam acontecido em mais de 100 anos da Casa de Antônio Lobo”, reforça Benedito Buzar.

O termo também abre espaço para que professores e alunos possam colaborar como consultores editoriais em temas e estudos de suas especialidades. “Estaremos de braços abertos para acolher estudantes e professores de Letras no trabalho, remunerado, de revisão e tratamento técnico dos livros a serem editados pela Academia”, pontua Benedito Buzar.

Os alunos também terão garantidas vagas todas as vezes que a AML promover conferências, palestras, e outros eventos literários. Os alunos participantes destas ações também receberão certificados que valerão créditos para seus currículos.

Benedito Buzar vê com expectativa a parceria (Foto: Divulgação)

Serviço

O quê

Assinatura de Termo de Cooperação entre AML e faculdades de Letras

Quando

Hoje, às 19h

Onde

Sede da AML, Rua da Paz, Centro