Eventos

Escritor e pesquisador Sálvio Dino lança livro hoje à noite na AML

14 de outubro de 2016

Escritor e pesquisador Sálvio Dino lança hoje, na AML, o livro “A coluna Prestes e exilar-se – passagem pelo Sul maranhense”, no qual narra a passagem de Luís Carlos Prestes, o cavaleiro da esperança, por cidades do estado

1476393514-979394071A passagem de Luís Carlos Prestes pelo Sul do Maranhão é o foco do livro “A coluna Prestes e exilar-se – passagem pelo Sul maranhense” que o pesquisador e escritor Sálvio Dino lança hoje, às 19h30 na sede da Academia Maranhense de Letras (AML), instituição da qual é membro efetivo. A obra sai com a chancela da Casa de Antônio Lobo e marca os 90 anos da passagem da Coluna prestes pelo Maranhão.

De acordo com o pesquisador, a obra tem como objetivo principal fazer uma provocação às novas gerações para que possam conhecer de forma profunda a saga da Coluna, em especial sua passagem pelo Sul maranhense. “Este livro não tem a pretensão de verossimilhança com os clássicos da Coluna Prestes, nem reconstruir a caminhada história e sociológica da Coluna, mas fazer com que as novas gerações queiram conhecer esta história, principalmente no que se refere à passagem no Maranhão”, destaca Sálvio Dino.

O autor conta que pretende lançar a obra nos municípios de Carolina, Riachão, Balsas, Loreto, Mirador, Colinas e outras cidades nas quais a Coluna Prestes tenha passado. Embora leia e pesquise sobre a passagem da Coluna Prestes pelo sul maranhense desde a pré-adolescência, este é o primeiro livro de Sálvio Dino dedicado ao tema. “O que me motivou a escrevê-lo foi observar a constante curiosidade, especialmente por parte dos jovens, sobre o tema. Sempre que visitava os municípios me perguntavam sobre esta história, como foi que os chamados revoltosos chegaram no Maranhão, o que fizeram, se eram de fato matadores e se comiam criancinhas e outras lendas que foram sendo tecidas a respeito deles”, explica Dino.

Pesquisa

Sua pesquisa registrada no livro traz, entre outros temas, as participações de políticos e personalidades maranhenses na Coluna Prestes, a exemplo do médico Tarquínio Lopes Filho e do desembargador Dioclides Mourão, entre outros.

A obra tem apresentação de Agostinho Noleto, da Academia Imperatrizense de Letras e prefácio de João Batista Ericeira. “Esta obra é, sem sombra de dúvida, a primeira análise do fato histórico com o olhar de testemunho da população sertaneja que, pelos mais esclarecidos e politizados, viu naqueles militares, tomados de sentimentos nacionalistas libertários, uma esperança de salvação dos esquecidos rincões do Sertão Maranhense”, escreveu Agostinho Noleto.

João Batista Ericeira, no prefácio do livro, situa o leitor sobre os aspectos históricos, políticos e sociológicos do movimento tenentista e da participação de Luís Carlos Prestes bem como os ideias que moviam os que o seguiam. “A marcha pelo interior do Brasil lhe permitiu conhecer a miséria em que viviam os camponeses de um país tão rico em recursos naturais. Investigando as causas convenceu-se de que a solução estava na aplicação do método marxista-leninista”, escreve Ericeira.

O livro reúne ainda um rico acervo iconográfico com imagens do livro “Cenas e fatos de Carlos Prestes”. As imagens foram feitas pelo capitão Ítalo Landucci, que na época, acompanhou a Coluna Prestes.

Autor

Sálvio Dino nasceu no sertão maranhense, em Grajaú e estudou em São Luís onde cursou a faculdade de Direito. Elegeu-se vereador em 1954, em 1962, deputado estadual pelo partido Democrata Cristão. Com o golpe militar de 1964, teve o mandato cassado e foi preso. Presidiu as associações de municípios do Sul do Maranhão e da Região Tocantina.

Foi colaborador do Jornal O Estado do Maranhão, onde publicava, às terças-feiras, a coluna Hoje é dia de. Publicou, entre outros livros, “Nas barrancas do Tocantins”, “Onde é Pará, onde é Maranhão”, “Perfil do rio Tocantins”, “Raízes históricas de Grajaú”, “Um novo olhar sobre o sertão”, “Do Grajaú ao cume da intelectualidade”, entre outros. É membro das academias Maranhense de Letras, Imperatizense de Letras, Grajauense de Letras e Maranhense de Letras Jurídicas.

Serviço

O quê

Lançamento do livro “A coluna Prestes e exilar-se – passagem pelo Sul maranhense”, de Sálvio Dino

Quando

Hoje, às 19h30

Onde

Academia Maranhense de Letras (AML), Rua da Paz, Centro