Eventos

Ivan Sarney lança livro hoje na Academia Maranhense de Letras

12 de agosto de 2016

Escritor Ivan Sarney lança hoje, às 18h, na Academia Maranhense de Letras, o livro “O Congresso das Garças”, no qual reúne textos escritos ao longo dos últimos nove anos
O escritor Ivan Sarney lançará livro com crônicas importantes reunidas (Foto: Biné Morais / O ESTADO)

O escritor Ivan Sarney lançará livro com crônicas importantes reunidas (Foto: Biné Morais / O ESTADO)

O escritor Ivan Sarney lança hoje, às 18h, na sede da Academia Maranhense de Letras (AML), instituição da qual faz parte, o livro “O Congresso das Garças – Crônicas”. Trata-se de uma reunião de 60 textos publicados nos últimos nove anos, a maioria em O Estado , na coluna “Hoje é Dia de…”.

A obra, com 318 páginas, integra um conjunto de publicações da AML aprovadas via Lei Estadual de Incentivo à Cultura e traz textos selecionados pelo próprio autor. “São as mais belas que publiquei, nos últimos anos, em minha coluna semanal, nos jornais do Maranhão, de O Estado saiu a grande maioria, pelos 30 anos em que escrevi, aos domingos”, diz Ivan Sarney.

Tendo lançado seu último livro, “São Luís, Uma Cidade no Tempo”, há nove anos, Ivan Sarney conta que a cada nova obra, é tomado por emoções diferentes. O autor reforça que 90% das crônicas são alusivas à natureza e que os outros 10% giram em torno de temas como o homem e a energia que rege a vida. “Escritas em tempos e ocasiões diferentes, as crônicas de ‘O Congresso das Garças’ representam, mesmo, uma grande exaltação à natureza, uma forma de homenageá-la, buscando nas manhãs, tardes ou noites, seus cantos e sinfonias, seus personagens mais simbólicos, mais telúricos, para deles recolher lições, exemplos, em seus instantes de exibição e perenizá-los, nas almas e nas emoções embutidas nas palavras. O próprio nome do livro é o nome de uma de suas crônicas mais emblemáticas”, escreve o autor em texto de apresentação do livro.

Atemporais

Ivan Sarney conta que a reunião dos textos em livro se justifica pelo fato de serem atemporais. “Por isso, as mantive. Por isso, ainda, optei por não identificar o dia e ano em que foram publicadas nos jornais onde estão. Mas, fiz questão de reuni-las, pelo que contêm de contemporâneo em seus conteúdos, nas palavras e nas emoções que possam transmitir e suscitar”.

A obra tem prefácio de Alex Brasil, confrade de Ivan Sarney na Academia Maranhense de Letras. “O poeta, jornalista e cronista Ivan Sarney, neste seu novo livro de crônicas, revela-se, com sua sensibilidade solidária e participativa, um observador de milagres, quer na amplidão do céu estrelado, quer no simples canto matinal do bem-te-vi que pousa no amanhecer da janela do seu apartamento”, escreve Brasil.

Ivan Sarney é procurador federal aposentado, escritor, membro da Academia Maranhense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão. Realizou 16 filmes, em bitola Super 8, sendo alguns premiados em festivais de cinema locais, regionais e nacionais, na década de 1970. Como artista plástico fez exposições individuais e coletivas, tendo participado do Salão Nacional de Artes Plásticas, em 1977, com o filme “Nada mais disse”, distinguido com Menção Honrosa.

Integra a Sociedade Brasileira de Autores Teatrais e a União Brasileira de Escritores. Exerceu, por três legislaturas (1992 a 2004), o mandato de vereador, por São Luís, presidindo a Câmara Municipal, por quatro anos, no período de 2001 a 2004.

Tem publicados os livros “Meia-Morada, Coração” (poesias); “O Sótão” (teatro); “Chapéu de Couro” (contos); “Chapéu de Couro e Palha” (contos); “Na Boca da Noite” (contos); “São Luís, Uma Ilha bela por Natureza” (documentário texto-fotográfico); e “Uma cidade no Tempo” (crônicas).

Serviço

O quê

Lançamento do livro “O Congresso das Garças”, de Ivan Sarney

Quando

Hoje, às 18h

Onde

Academia Maranhense de Letras, Rua da Paz, Centro

Preço do livro

R$ 50,00