Pagina Inicial > Acadêmicos > Ocupantes

Ocupante

Félix Alberto Lima

  • Cadeira

    25

  • Data da Eleição

    21/06/18

  • Data da Posse

    08/11/18

  • Recepcionado por

ANTECESSOR:

José Louzeiro

Biografia

Félix Alberto Gomes Lima nasceu em Presidente Dutra (MA), a 27 de março de 1967. Frequentou os primeiros anos escolares nos colégios Pio XI e Diocesano Nossa Senhora de Fátima, em Barra do Corda (MA), onde morou até os 12 anos. Em novembro de 1979 mudou-se para São Luís (MA) e concluiu os estudos no Colégio Dom Bosco.
Estudou inicialmente Ciências Econômicas, mas interrompeu o curso para se dedicar à Comunicação Social. É formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão, pós-graduado em Comunicação Organizacional também pela UFMA e atualmente cursa mestrado em Relações Internacionais pela Universidade Autônoma de Lisboa, em Portugal.
Foi assessor de comunicação social do extinto Projeto Rondon e redator da Rádio São Luís. Em 1989 ingressou por concurso público na Caixa, onde exerceu por três anos o cargo de gerente do núcleo de comunicação e cultura.
Atuou como editor de suplemento e repórter especial do jornal O Estado do Maranhão, foi correspondente do jornal O Estado de São Paulo e diretor da Secretaria de Comunicação Social do Tribunal de Justiça do Maranhão. Escreveu artigos, crônicas e reportagens para outros jornais e revistas de São Luís, como Diário da Manhã, Folha de Gaia, O Imparcial, Impacto e Parla.
Foi professor do Departamento de Comunicação Social da Universidade Federal do Maranhão e professor e coordenador do curso de pós-graduação em Assessoria de Comunicação da antiga Faculdade São Luís (atualmente Estácio). Em 1997, criou a agência Clara Comunicação e a Clara Editora, empresas das quais é o diretor-geral. Pelo selo da editora, tem cerca de 40 títulos já publicados.
Venceu por duas vezes o Concurso Literário e Artístico Cidade de São Luís, com as reportagens Chagas em pessoa (esta em parceria com o jornalista Manuel Santos Neto) e Chico Xavier e o Caso Humberto de Campos.
É autor de várias músicas interpretadas e gravadas por artistas maranhenses, como Betto Pereira, Nosly, Alessandra Queiroz, Anna Torres, Rommel Ribeiro, Alê Muniz e Luciana Simões. Roteirizou e produziu o filme Maio oito meia, que arrebatou três prêmios no Festival Maranhão na Tela em 2017, entre eles o de Melhor Filme e Melhor Roteiro.
Também organizou e produziu o CD e LP Maio oito meia, coletânea musical com a participação de artistas como Zeca Baleiro, Rita Benneditto, Flávia Bittencourt, Tribo de Jah, Alê Muniz, Luciana Simões e outros.
Recebeu o título de Cidadão de São Luís, pela Câmara Municipal, a medalha do Bicentenário de Nascimento de João Francisco Lisboa, pela Academia Maranhense de Letras; a medalha “Antônio Rodrigues Velozzo”, pelo Tribunal de Justiça do Maranhão; a medalha “200 Anos do Tribunal de Justiça do Maranhão’, pelo TJMA; e a medalha “400 Anos de São Luís”, pela Câmara Municipal de São Luís.
Foi eleito em 21 de junho de 2018 e tomou posse no dia 8 de novembro de 2018 na Cadeira 25 da Academia Maranhense de Letras.

Bibliografia

Coautoria:
– organizador, editor e coautor da coletânea de textos jornalísticos Maranhão Reportagem (Clara Editora), 2002;
– coautor da coletânea As melhores crônicas do claraonline (Clara Editora), 2005;
– coautor do livro Chagas em pessoa (Edições FUNC), 2005;
– coautor do livro São Luís em palavras (Editora Aquarela Brasileira), 2017.
– coautor e organizador do livro Jomar Moraes, o encantador de palavras (Edições AML/Clara Editora), 2018.

Autoria:
– Guajá, a odisseia dos últimos nômades (EDUFMA), 1998;
– Almanaque Guarnicê (Edições Guarnicê e Clara Editora), 2003;
– O que me importa agora tanto (Editora 7Letras, Rio), 2015;
– Um pouco mais de mil palavras (Clara Editora), 2017;
– Maio oito meia (Clara Editora), 2017;
– Filarmônica para fones de ouvido (Editora 7Letras, Rio), 2018.

Discursos de Posse

Em desenvolvimento…

Textos Escolhidos

Em desenvolvimento…

Iconografia

Em desenvolvimento…