Notícias

Estudantes tomam conta da Academia

9 de Maio de 2017

Por três dias, de 11 a 13 de maio, a Academia Maranhense de Letras vai estar aberta para a realização da Roda de Debates com Estudantes do Ensino Médio de São Luís.

Tendo como tema O Hábito da Leitura e a Formação do Escritor, o evento é uma realização da AML e da Secretaria da Educação do Estado. A ocasião servirá como um encontro de gerações: a dos escritores atuais, membros da Academia, e a dos jovens escritores que começam a ganhar o seu público, postos frente a frente com os estudantes de nossas escolas, públicas e privadas, para um diálogo sobre a problemática do texto impresso.

“A Casa vai estar entregue aos alunos de nossas escolas”, informou o presidente Benedito Buzar.  “Queremos conversar com eles, de modo muito próximo, afetivo e familiar, de modo que eles se sintam em casa e tomem a palavra, nos digam de seu gosto, seus hábitos de leitura, e das facilidades ou dificuldades que encontram, eventualmente, nessa atividade tão necessária para a formação do indivíduo”, frisou Buzar. “Não sei se já se fez isso na história recente da Academia, embora se encontrem ações desse tipo nos primeiros tempos de nossa história antiga”, acrescentou.

Três colégios – o Liceu Maranhense, o Centro de Ensino João Lisboa e a Escola de Formação Gerencial, do Sebrae, lotarão a sede da AML, nas tardes de quinta e sexta-feira, e na manhã do sábado próximo, numa programação intensa, marcada pelo depoimento pessoal e pelo relato de experiências com o ato de escrever.

No   primeiro dia, os  estudantes  Iasmin

Lobato Costa Cardoso, Wendson de Ribamar Machado Correa, e Alice Martins de Abreu falarão sobre os livros que encontram para ler e o que acham que deveriam ler, como material que contribua para a sua formação pessoal e profissional. O debate será moderado pelo acadêmico José Neres.

No segundo dia, três jovens escritoras maranhenses, Déa Alhadef, Maria Eduarda Veloso e Rayoline Amorim Castro contarão como chegaram a ter obras de grande aceitação entre o público juvenil. A tarde será encerrada com a fala do acadêmico Joaquim Haickel sobre “como se forma um bom escritor.”

Finalmente, no último dia, três membros da Academia Maranhense de Letras, Waldemiro Viana, Lourival Serejo e José Ewerton Neto, falarão de sua própria obra de ficção e memória, revelando aos ouvintes o processo e os métodos de sua criação literária. O evento será encerrado com a exposição do presidente Benedito Buzar, sobre “como se forma um bom escritor.”

A Roda de Debates dos dias 11 a 13 de maio foi programada com a colaboração dos professores da Rede Estadual de Ensino Deurivã Sampaio e Sílvia Maria Barbosa P. Landim, do Liceu Maranhense, Regina Silva Pereira e Raquel Ferreira Nascimento, do Centro de Ensino João Lisboa. Pela rede de ensino privado, colaboraram Miosótis Gomes e Vanda Marli dos Santos Silva, da Escola do Sebrae.

O ciclo de realizações terá prosseguimento ainda no mês de maio, com a participação de mais três escolas de nível médio da capital.

 

Evento: Roda de Debates da Academia Maranhense de Letras com Estudantes do Ensino Médio.

Datas: 11 a 13 de maio de 2017 (de quinta-feira a sábado)

Local: Sede da Academia Maranhense de Letras, Rua da Paz, 84.