Blog

Academia Maranhense de Letras

José Carlos Sousa Silva

Cadeira 33


Praça dos Poetas

12 de setembro de 2020

Recentemente, eu visitei a Praça dos Poetas e fiquei muito feliz, pois nela constatei homenagem perfeita e justa a ilustres poetas. A Praça dos Poetas foi inaugurada no dia 3 de setembro de 2020, data esta que é histórica, como marca do tempo de sua inauguração.

A Praça dos Poetas é obra do Governo do Estado Maranhão, que, hoje, é administrado, governado, portanto, pelo governador Flávio Dino, que já registrou nesta praça a sua inteligência e cultura para sempre.

A Praça dos Poetas está na Avenida Pedro II, local histórico e muito lindo, no meio de paisagens arquitetônicas e naturais.

Na Praça dos Poetas eu vi fotos e li frases inesquecíveis, históricas, de Ferreira Gullar, Sousândrade, José Chagas, Dagmar Destêrro, Bandeira Tribuzi, Nauro Machado, Lucy Teixeira, Catulo da Paixão Cearense, Humberto de Campos, Maria Firmina e Gonçalves Dias.

Eis aí nomes de escritores, poetas, que na história da literatura maranhense, em especial, e também na brasileira completam e com repercussão positiva no mundo.

Diante desta realidade fática e histórica, já chegou em mim o desejo inafastável de escrever um livro revelando a importância, a beleza da Praça dos Poetas e a história dos que nela, hoje, estão e inclusive do seu idealizador e construtor num local histórico e belíssimo.

A Praça dos Poetas é palco muito belo e eterno acolhedor da inteligência e da cultura das pessoas. Nela estão o passado e o presente conduzindo os seus visitantes ao melhor futuro.

Cada pessoa deve conhecer onde está, de onde veio e para onde deve ir. A Praça dos Poetas é e será sempre um indicador para o alcance do agradável e, portanto, acolhedor.

A Praça dos Poetas é palco para todas as pessoas que sabem pensar, sentir, ouvir, falar e escrever. Nela estão registradas estas qualidades essenciais para as crescerem na vida e pela vida.

Todos os poetas sabem avaliar a beleza, a grandeza e a extensão do pensamento e também do sentimento na elaboração dos seus poemas. Assim, estão na história da literatura.

A Praça dos Poetas está guardada no meu cérebro e no meu coração. Assim, ela está dentro de mim e sempre a visitarei, pois está num local, pelo qual muito passei quando era jovem, adolescente, com 15 anos, caminhando pensando, sentindo e querendo sempre que fosse um local perfeitamente acolhedor.

Poeta é a pessoa que escreve e produz a poesia, que é uma belíssima arte, que expressa emoção, sentimento e inteligência do seu próprio autor.

Na poesia estão o cérebro perfeito e o coração completo do poeta. Assim, sempre existiu, existe e existirá na memória de todas as pessoas que gostam de ler o melhor.

A Praça dos Poetas, em São Luís, existe sob os aplausos do povo e, pelo povo, vai ficar na eternidade.

São Luís é cidade luz e por isso iluminou os criadores e os inauguradores da Praça dos Poetas, onde estão registradas a beleza da natureza, inclusive da arquitetura perfeita e a inteligência dos poetas, que estão registrados na história da literatura e por isso nunca serão esquecidos.
Assim sendo, diante dessa realidade fática, histórica, sinto a concretização do que muito pensei e, por isso, hoje, aqui, agradeço, inicialmente, a Deus e a todas as pessoas que trabalharam na construção da Praça dos Poetas, palco eterno e muito belo para muitas gerações.