Blog

Academia Maranhense de Letras

José Carlos Sousa Silva

Cadeira 33


O autor do fogo deve ser punido

26 de outubro de 2019

Qualquer que seja o fogo tem o seu autor e este deve ser investigado a fim de que seja conhecido pelo povo, em especial, pelas suas vítimas, e punido pela autoridade competente.

A natureza pura, autêntica, é obra de Deus. Ela não toca fogo em ninguém nem sequer executa o seu início contra si própria. É verdadeira, completa, é abrigo perfeito de todas as pessoas.

O verdadeiro, puro ser humano, não é desumano contra ninguém ou contra o patrimônio alheio e assim segue na vida merecidamente.

No Brasil, hoje, há os desumanos destruindo a natureza e lhe colocando fogo com o objetivo, em especial, de destruir a sua vegetação completa e suas florestas. Essa prática é criminosa e assim é destruidora do passado, do presente e do futuro das pessoas merecedoras também de completo respeito e proteção permanente.

Os autores de qualquer tipo de crime devem ser punidos de forma rigorosa, pois não merecem permanecer no convívio com as pessoas do bem no meio social ou em qualquer outro ambiente.

O ser desumano, cruel, egoísta, sem amor e respeito a ninguém deve ser conhecido e assim posto diante dos humanos verdadeiros e punidos conforme o previsto em lei.

O Brasil tem um território imenso, muito belo e rico de natureza perfeita, imensa, tudo nela, merece a proteção completa a fim de que o nosso país possa continuar crescendo no que for necessário em benefício do seu povo.

Há, sim, no território brasileiro, hoje, uma organização criminosa atuando e com vínculos nacionais e estrangeiros. Os seus agentes devem ser investigados, conhecidos e punidos.

O povo brasileiro merece viver feliz, tranquilo, sob o comando perfeito da legalidade. Nunca foi, não é e nunca será admissível, legal, que o fogo seja usado em prática criminosa contra quem quer que seja.

Os brasileiros e as brasileiras sempre procederam, através de ações e omissões, tendo por objetivo o respeito completo à vida dos humanos e também do seu completo patrimônio.

O Maranhão é, sem dúvida, um Estado, no Território brasileiro e inclusive, em grande parte, do território nordestino, e assim forma a união indissolúvel da República Federativa do Brasil.

Nessa posição merecedora, grandiosa, belíssima, o povo maranhense sempre esteve, está e estará trabalhando e estudando na busca do melhor para o povo brasileiro em geral.

Tudo o que é bom e produtivo para a vida completa, com saúde integral, na terra maranhense pode e deve ser plantado e conseqüentemente gerando muitas riquezas para a humanidade inteira.

O que o ser humano, gentil, cordial, bem educado e perfeito trabalhador em qualquer setor, merece proteção completa das autoridades no território em que estiverem atuando de forma legal e justa.

Ninguém tem o direito de ser devorador, destruidor da vida de alguém nem do seu patrimônio digno da proteção e do respeito de todas as pessoas.

O povo maranhense é também brasileiro e assim segue merecedor do respeito completo a todos os seus direitos e proteção diariamente do seu patrimônio, sobre o qual ninguém tem o direito de tocar fogo e ficar exercendo a liberdade de ir, vir e queimando, assim, também, a sua tranquilidade para viver feliz.

José Carlos Sousa Silva

Advogado, jornalista e professor universitário, membro da Academia Maranhense de Letras

E-mail: jcss@elo.com.br