Blog

Academia Maranhense de Letras

José Carlos Sousa Silva

Cadeira 33


Garantir o desenvolvimento do Brasil

9 de janeiro de 2021

O Brasil é, sem dúvida, um país muito importante. Tem um território imenso e muito belo, habitado por pessoas dígnas de muito respeito, admiração e proteção completa.

O povo brasileiro, hoje, está vivendo sob o comando da incerteza e inclusive quanto ao seu próprio futuro. Ele não está assim vivendo sob o comando da felicidade, porém sob o comando do que não lhe garante a certeza do melhor amanhã.

O povo brasileiro merece viver bem protegido e podendo assim viver exercendo completamente os seus direitos e sem nenhum medo de morrer.

Lamentavelmente, os poderes constituídos no Brasil estão em conflito. Esta realidade coloca o povo brasileiro na incerteza de um melhor futuro.

No inciso II do artigo 3º da Constituição brasileira está previsto, como um dos objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil, “Garantir o desenvolvimento nacional.”

Os que administram, hoje, o Brasil têm o dever, determinado na norma constitucional, acima citada, de garantir o desenvolvimento nacional.

Para que o desenvolvimento pleno do Brasil aconteça, os seus dirigentes devem estar sempre unidos e realizando uma política administrativa perfeita, correta, justa, adequada, de conteúdo honesto em benefício do povo brasileiro. Assim, será possível a garantia do desenvolvimento completo do Brasil e em benefício do seu povo.

Os que administram o Estado brasileiro têm o dever de conhecê-lo completamente e assim dirigi-lo sob o comando completo das tecnologias, das ciências e assim acolhendo os interesses e as necessidades urgentes do povo.

O povo é o dono único do poder político e este deve ser exercido sempre com o apoio do legal, justo e essencial para o seu bem-estar.

O professor Pedro Calderam Beltrão ensina: “Desenvolvimento é a criação numa nação de um verdadeiro circuito econômico. Desenvolver é criar um circuito orgânico dos produtos, das rendas, das inversões no interior de um país, em ligação com o rosto do mundo.”

Esta lição deve ser bem aprendida e executada, com muito rigor técnico e científico urgentemente no Brasil e em benefício do seu povo.

A qualidade de vida de um povo é o indicador de como estão sendo consideradas pelo seu poder estatal a sua própria saúde, educação, cultura, segurança e a sua aquisição de bens e serviços.

O povo brasileiro tem o direito de receber do poder estatal o apoio necessário na construção do seu pleno bem-estar, assegurando-lhe as vantagens do desenvolvimento econômico no seu território e no mundo.

O desenvolvimento nacional reúne elementos que são, sem dúvida, imprescindíveis para o bem-estar do povo. Daí a sua importância como um dos objetos do Estado brasileiro, cuja administração deve ser sempre realizada de forma inteligente, culta, honesta, preservando o melhor para o povo.

É evidente que, para alcançar esse objetivo, é necessário que a República Federativa do Brasil seja eficientemente administrada, se afastar-se da importância do seu povo nesse contexto, oferecendo-lhe as vantagens do pleno desenvolvimento econômico.

O Brasil, hoje, está necessitando de que urgentemente lhe sejam implantadas muitas e profundas reformas não expressando apenas quantidade, porém qualidade perfeita.

José Carlos Sousa Silva

Advogado, jornalista e professor universitário, membro da Academia Maranhense de Letras

E-mail: jcss@elo.com.br