Blog

Academia Maranhense de Letras

José Carlos Sousa Silva

Cadeira 33


Eu sou brasileiro – nordestino

3 de agosto de 2019

Em 1978, eu estava, como professor da Universidade Federal do Maranhão e incluído no Plano de Capacitação Docente do MEC, cursando o Mestrado em Direito na Universidade Federal de Brasília.

Num certo dia, recebi um telefonema do meu eterno amigo e excelente advogado dr. Firmino Ferreira Paz, que me convidou para, no dia seguinte, muito cedo, estar no seu Escritório de Advocacia. Aceitei o convite e cheguei no horário certo.

Passados poucos minutos, chegou o jurista dr. Pontes de Miranda, nordestino, e, assim sendo brasileiro, para o qual fui apresentado como maranhense e assim nordestino também. E, logo eu lhe afirmei: “Já tenho todos os livros jurídicos que o senhor escreveu e acrescentei: o senhor é, sem dúvida, o jurista mais inteligente e culto do Brasil e está assim entre os melhores no mundo.” Ele, logo, respondeu-me: “Muito obrigado! Estou feliz diante desta afirmação.”

A seguir, disse-me: “Quando você constatar alguma pessoa inteligente e culta, em conseqüência de seus trabalhos e estudos nas artes, nas ciências, na literatura, é brasileiro, é nordestino, ou filho de nordestino, ou neto de nordestino ou tataraneto de nordestino, mas tem assim sangue puro de nordestino.”

Diante dessa verdade fiquei muito feliz e, logo, constatei muitos nomes de pessoas brasileiras e, em especial, nordestinas que estão na história da literatura, das artes em geral e das ciências, dignas, portanto, dos aplausos e destaques de todos os brasileiros e também de todos estrangeiros, no mundo inteiro.

Aqui, agora, não há espaço suficiente para eu citar os nomes de todos os brasileiros, nordestinos, que brilharam no passado histórico e de outros que estão, hoje, vivos e ocupando espaços magníficos em conseqüência do que estão produzindo com suas inteligências e culturas.

Eu tenho muitos motivos para sentir-me feliz e entre os quais o fato de ser maranhense e assim nordestino puro.

O Nordeste do Brasil é muito lindo e dispõe de riquezas, belezas naturais construídas por Deus e também de obras artísticas, literárias, políticas e científicas construídas pelos nordestinos. Parabéns, povo brasileiro!

Os Estados nordestinos que compõem a República Federativa do Brasil são os seguintes: Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia.

O povo brasileiro em geral sabe, conhece e sempre destacou e destaca a grandeza e beleza da Região Nordestina no Brasil, reconhecendo também que aí estão os mais acolhedores palcos das pessoas que sabem pensar, sentir, ouvir, falar e escrever, justamente porque se dedicaram ao melhor trabalho e aos melhores estudos em benefícios próprios, dos brasileiros todos e da humanidade inteira.

O Nordeste brasileiro é um excelente espelho para a pessoa ver a beleza, a grandeza da natureza e aí descobrir o melhor caminho para o encontro com dignos brasileiros e dignas brasileiras.

A pessoa que não conseguiu sentir e ver tudo isso, acima mencionado, é porque está sofrendo de crueldade mental ou de miopia ideológica. O povo brasileiro e, em especial, o nordestino nunca mereceu e não merece ser vítima de qualquer tipo de agressão. Merece, sim, ser respeitado, admirado e aplaudido pelo que fez e faz em benefício da humanidade e sempre fundamentado nas lições de Deus.

José Carlos Sousa Silva

Advogado, jornalista e professor universitário, membro da Academia Maranhense de Letras

E-mail: jcss@elo.com.br