Blog

Academia Maranhense de Letras

José Carlos Sousa Silva

Cadeira 33


Eleições municipais

10 de outubro de 2020

No Brasil, no dia 15 de novembro de 2020, serão realizadas as eleições municipais, oportunidades, em que o povo poderá eleger prefeitos e vereadores, inclusive também reeleger alguns dos candidatos, deixando assim concretizada a legitimidade no poder político, que será exercido no território de cada município brasileiro, especialmente.

Os municípios, no Brasil, merecem a atenção, o respeito, a admiração e o estudo completo de sua importância originária na política, na tecnologia, na industrialização, no comércio em geral, enfim, na geração de muitas riquezas para o desenvolvimento completo do melhor sempre em todo o território brasileiro.

Em cada eleição todos os eleitores têm o dever de escolher os melhores entre os candidatos que se lhes apresentarem.

Exercer o direito de votar está vinculado ao dever de saber votar e, assim sendo, não é, em hipótese alguma, admissível nenhum erro.

O voto nunca deve ser vendido ou trocado por algum ato ou fato beneficiando individualmente alguma pessoa. O voto merece ser expressão real, perfeita, completa da honestidade em benefício do povo e pelo povo deve ser usado.

Através do voto é garantida a legitimidade do poder político, que deve ser exercido com fundamento completo na legalidade e sempre em benefício do povo.

Os municípios, em todo o território brasileiro, merecem respeito e proteção política, jurídica, policial e administrativa na realização de eleições municipais, especialmente.

Ninguém deve menosprezar a importância do povo em cada município. Aí começa tudo que forma realmente a República Federativa do Brasil.

As eleições municipais produzem a base da força política para todo o Brasil. Assim, será possível a prática democrática completa no Território brasileiro.

Estão explicitados no artigo 3º da Constituição brasileira estes objetivos: “Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil: “I – construir uma sociedade livre, justa e solidária; II – garantir o desenvolvimento nacional; III – erradicar a pobreza e a marginalização e reduzir as desigualdades sociais e regionais; – promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quais outras formas de discriminação.”

As regras constitucionais, acima mencionadas, auxiliam, de forma justa e legal, no cumprimentos dos objetivos da República Federativa do Brasil em todo o seu território.

Os eleitos nas próximas eleições municipais devem, a seguir, permanecer bem unidos sempre pelo povo e para o povo.

Os candidatos a prefeitos e vereadores devem estudar, aprender e saber, ao final, cumprir as regras constitucionais, acima citadas, e, se eleitos, no exercício de seus mandatos, pratiquem atos e fatos com fundamento no legal, no justo e adequado em benefício do povo.

Cada candidato a prefeito ou vereador deve ser portador de inteligência e cultura e que estas qualidades essenciais sejam comprovadas, logo, nas suas apresentações em propaganda eleitoral.

A base do modelo jurídico-político e democrático brasileiro tem o seu início no município, pois, aqui, começa realmente o Brasil, que deve ser sempre bem dirigido, governado, administrado, em benefício completo aos habitantes nos territórios municipais.

José Carlos Sousa Silva

Advogado, jornalista, e escritor professor universitário (aposentado), mestre em Direito e membro efetivo da Academia Maranhense de Letras