Blog

Academia Maranhense de Letras

José Carlos Sousa Silva

Cadeira 33


Educação é dever do Estado e da Família

23 de dezembro de 2017

Saber viver é muito importante para cada pessoa no mundo. Aí começa o sucesso sem destruir ninguém. Na educação está o começo do sucesso da pessoa. Nela estão muitas lições e muitas luzes que indicam os melhores caminhos ao pleno sucesso.

No artigo 205 da Constituição da República Federativa do Brasil está explicitado: “A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentiva com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.”

O contido no artigo da Constituição brasileira, acima transcrito, é muito importante. Tem um valor extraordinário para o engrandecimento de muitas gerações no Brasil. É obra magnífica do legislador constituinte de 1988.

O povo brasileiro em geral deve ler constantemente essa regra constitucional e defende-la sempre com muito rigor. Assim, deve cobrar do seu Estado que seja cumpridor dos seus deveres e entre os quais o de privilegiar a educação em benefício das crianças, da juventude e de todos os seus habitantes, visando o pleno desenvolvimento de todas as pessoas.

O Estado foi criado pelo ser humano e justamente para ser eficiente no cumprimento dos seus deveres. Desse modo, será sempre aceitável por todas pessoas que residem no seu território. O seu poder político – administrativo precisa estar de acordo com a legitimidade e funcionando sempre fundamentado na legalidade. Nunca deve servir de balcão de negócios contra o povo.

O exercício da cidadania exige o preparo de todas as pessoas a fim de que possam ser beneficiadas com os resultados. Além disso é também imprescindível a qualificação de cada brasileiro e brasileira para o trabalho, no qual está, portanto, a sua força para o permanente sucesso na busca do melhor na vida.

O trabalho é uma fonte de riquezas. Por seu intermédio o povo ganha os melhores espaços no seu território e inclusive no seu meio social. É muito importante que o trabalho seja bem divulgado, exaltado, mostrado ao povo a sua importância, a sua força em benefício de todas as gerações.

Ainda no artigo, antes mencionado, como regra constitucional, a educação é também dever da família, o que é muito importante, pois ela é quem primeiro cuida no lar das filhas e dos filhos. Aí começa a educação.

A família é a base social de cada povo no mundo. As pessoas nela começam a pensar, a sentir, a ouvir e falar. Aí crescem. Merecem crescer fisicamente e bem educadas.

O relacionamento entre o Estado e a família deve ser no melhor nível possível. Assim serão possível bons resultados nos termos da Lei Magna. O Estado nunca foi, não é e não será superior à família, pois esta é a base muito importante da sociedade.

O povo depende em muito da união perfeita justa, adequada entre o Estado e a Família.

Finalmente, o Estado e a Família devem, portanto, unir-se sempre no cumprimento dos seus deveres à educação.

José Carlos Sousa Silva

Advogado, jornalista e professor universitário, membro da Academia Maranhense de Letras

E-mail: jcss@elo.com.br