Blog

Academia Maranhense de Letras

Ewerton Neto

Cadeira 11


COINCIDÊNCIAS APENAS?

16 de dezembro de 2017

 

Abraham Lincoln foi pela primeira vez eleito para o Congresso dos USA em 1846. O mesmo aconteceu a John Kennedy 100 anos depois. Lincoln foi eleito presidente em novembro de 1860, Kennedy em novembro de 1960. Ao morrerem foram sucedidos por homens do Sul com o nome de Johnson. Andrew Johnson sucedeu Lincoln e nasceu em 1808, Lindon Johnson sucedeu Kennedy e nasceu em 1908. O assassino de Lincoln ( Wilkes Booth) nasceu em 1839. O de Kennedy (Lee Oswald) nasceu em 1939.

Ambos os assassinos tinham origem sulista e foram abatidos antes de serem julgados. Booth cometeu o crime no teatro e correu para um armazém. Oswald atirou contra Kennedy de um armazém e fugiu para um teatro. Lincoln recebeu o tiro num teatro chamado Ford e Kennedy em um automóvel Ford, modelo Lincoln. Os nomes de ambos possuem 7 letras. Duas pessoas ligadas a eles aconselharam-nos a não irem ao teatro e a Dallas. A de Kennedy chamava-se Lincoln, e a de Lincoln, Kennedy.

2.No Brasil uma mala com mais de  55 milhões de reais foi achada no apartamento de Geddel e não tem dono. A derrota de 7 a 1 para a Alemanha, até hoje ninguém se considera dono. Existem nas ruas do país milhares de cachorros sem dono e número quase equivalente de filhos não reconhecidos pelos pais porque estes não se consideram donos. A reforma da previdência, de Michel Temer, subtende que milhões de trabalhadores deste país não são donos de seus direitos, mas mantêm os privilégios  dos donos – do poder.

Neste país ser dono é uma questão  de conveniência, não de coincidência.

2.No dia 5 de dezembro de 1664 um navio afundou no estreito de Menai, ao longo do norte de Gales , com 81 passageiros. Houve apenas um sobrevivente: um homem chamado Hugh Williams. No dia 5 de dezembro de 1785, na mesma região, outro navio afundou com 60 passageiros. Salvou-se somente (outro) Hugh Williams. Em 5 de dezembro de 1825 no mesmo local, ocorreu outro acidente: outro navio e 25 passageiros . O sobrevivente, único, foi um homem chamado Hugh Williams.

3.Na última Copa ganha pelo Brasil nosso melhor jogador foi Rivaldo, mas quem recebe os louros, até hoje, é Ronaldo Fenômeno. Rivaldo foi esquecido enquanto Ronaldo continua badalado e exaltado. Ronaldo é carioca e Rivaldo, nordestino.

Guimarães Rosa é tido como o grande romancista brasileiro pós-Machado de Assis. Graciliano Ramos, embora escrevesse melhor e mostrasse mais  talento (ao retratar a realidade do sertão brasileiro) anda esquecido na base de dois parágrafos  escritos sobre sua obra  para cada vinte páginas escritas sobre seu colega.   Guimarães Rosa é mineiro.  Graciliano Ramos é alagoano e nordestino. Coincidentemente.

6.Um oficial inglês chamado major Summerford, lutava nos campos da Holanda quando foi atingido por um raio em fevereiro de 1918, ficando paralisado do lado direito. Morreu dois anos depois ao ser atingido, de novo, por um raio. Vinte anos depois um raio caiu no cemitério da cidade atingindo apenas uma sepultura: a do major.

7.O lugar no mundo onde mais caem raios é o Brasil, onde também mais se morre por causa disso. No ano passado um raio atingiu o Cristo Redentor, embora se diga, coincidentemente ou não, que Deus é brasileiro.

Aqui é o país onde mais morre gente de bala perdida. É também o lugar onde mais se xinga políticos desonestos mandando-os “para os raios que os partam!”.

 

José Ewerton Neto é autor de O ABC bem humorado de São Luis