Blog

Academia Maranhense de Letras

Ewerton Neto

Cadeira 11


Capetas, exorcismo e presidência

24 de fevereiro de 2019

Só chamando um padre
para exorcizar

PRE-HISTÓRIA DO EXORCISMO Alguns religiosos-cientistas acreditam que o Universo tenha começado por causa do exorcismo (ou melhor, pela falta dele). Aporrinhado com as chateações do Satanás, e sem ter acesso aos cursos espanta-demônios que somente começaram a existir neste século,  Deus teria resolvido criar o Mundo para se ver livre do capeta em definitivo. Meio como quem diz:  “Toma, pega tudo isso aí, te diverte, mas me deixa em paz!”

As labaredas quilométricas e as temperaturas altíssimas durante o big-bang  típicas de um inferno em expansão seriam a prova mais cabal disso.  Somente bilhões de anos após,  ao acordar,  o Todo Poderoso  se deu conta do que havia feito e mandou seu filho para tentar consertar as coisas. (obs. Como o tempo nada significa para Deus, toda essa demora foi equivalente apenas ao seu sono de uma noite).

Acontece que os  demônios, mal-acostumados, e já tendo se apossado da maioria das almas daqueles seres minúsculos e arrogantes denominados homens, resolveram crucifica-lo. Deus, triste e decepcionado, desistiu pela segunda vez e resolveu tirar uma breve soneca por mais alguns bilhões de anos.

Durante o sonho, porém, teve visões de que os  demônios haviam tomado conta do planetinha onde mataram seu filho. As provas mais contundentes eram as aparições de figuras diabólicas como Gilmar Mendes, Donald Trump,  Nicólas Maduro etc. Magoado com essa visão perturbadora Deus teria dito: Nada mais farei para salvá-los! Que aprendam sozinhos.

1. Esse aprendizado demorou mas chegou. A prática do espanta-demônio (também chamada de exorcismo) existe desde antes do catolicismo,  há mais de dois mil anos, mas foi aperfeiçoada com o tempo. Na Bíblia há várias passagens sobre expulsão de demônios. Até a reforma protestante no século XVI para exercê-lo bastava ser religioso, a partir daí, um exorcista aprendia com o outro como lidar com Satanás até que no século XVII a Igreja instituiu o exorcismo e estabeleceu regras para o rito oficial.

2. Em tons pós-modernos  o exorcismo ressurgiu a partir de 1999 quando o padre Gabriele Amorth principal exorcista do Vaticano fundou a Associação Internacional dos Exorcistas que desde então organizou o curso que agora está sendo oferecido , mundialmente. As mudanças de método se tornaram um tema de debate palpitante durante o curso, acreditando-se que, em breve, se possa expulsar demônios até pelo whats app – principalmente se este estiver na forma do namorado ou vice-versa.  

Diante disso, várias entidades administrativas em nosso país estão cuidando de credenciar especialistas com o fim de resolver problemas bizarros e insolúveis somente explicáveis pela influência do demo. Uma forte corrente do Governo Bolsonaro, por exemplo, sugere que se peça ajuda do Vaticano para promover a vinda urgente de padres diplomados na matéria.

Como se sabe, o que anda acontecendo de trapalhada por lá não é normal e mais gente do que se imagina estaria possuída. Os filhos de Bolsonaro, por exemplo.  

                                                                       ewerton.neto@hotmail.com