Blog

Academia Maranhense de Letras

José Carlos Sousa Silva

Cadeira 33


A violência no trânsito

8 de fevereiro de 2020

Já se foi o tempo em que era agradável para qualquer pessoa caminhar ou dirigir qualquer veículo em qualquer rua ou estrada. Hoje, não, pois, no trânsito, está, a todo instante, a prática da violência criminosa, devoradora de vidas de muitas pessoas, que são merecedoras de completa proteção.

Em conseqüência dessa realidade fática, expressão criminosa, constante, em São Luís, no Maranhão completo, e até no imenso território brasileiro também, devem ser adotadas, urgentemente, medidas adequadas, legais, pelas autoridades municipais, estaduais e federais, perfeitamente unidas, objetivando a completa segurança.

Não é aceitável que o trânsito, no Brasil, esteja sob o comando da prática da violência. O povo brasileiro merece viver em paz.

As pessoas que trabalham e estudam objetivando o bem e a felicidade de todas as pessoas que compõem os seus meios social, econômico, político, cultural, religioso e demais outros, merecem, sim, viver sempre em completa paz, pois estão sempre cuidando, protegendo as famílias inteiras.

O povo brasileiro onde estiver, a sua integridade física e a vida própria merecem ser completamente protegidas, através da prática constante da legalidade, completa, abrangente, a fim de que a paz exista e assim possa viver feliz.

A neurose tem crescido muito no Brasil inteiro. Aí começa tudo contra todas as pessoas. A crueldade mental sob o comando da miopia ideológica, danifica a possibilidade de um certo povo viver tranqüilo e feliz.

A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito.

Essa União deve ser perfeita, completa, permanente, em todo o imenso território brasileiro e sempre objetivando diante de tudo e de todos, proteger a dignidade e a vida da cada pessoa humana e, também, no cumprimento de todos os seus objetivos, construir uma sociedade livre, justa e solidária.

No Brasil, hoje, percebe-se, diariamente, acontecendo violência no trânsito, onde as pessoas justas, leias, cordiais, bondosas, estão sofrendo lesão corporal e até sendo assassinadas.

Esta realidade não deve continuar. É necessária no trânsito a certeza de que nele há vigilância completa e permanente protegendo as pessoas.

Assim sendo, a educação, no Brasil inteiro, deve estar bem dirigida, perfeita, completa, a fim de que o trânsito não seja palco da prática da violência contra a vida humana.

As atribuições do motorista de quaisquer veículos são muitas e ele deve saber cumpri-las sem agredir ninguém. Ele é muito importante e imprescindível no trânsito. Não é missão para qualquer pessoa e, sim, somente para as pessoas que realmente sabem dirigir com perfeição e sempre em respeito à vida das pessoas.

Cada pedestre na rua ou na estrada tem muitos direitos e, exercitando todos eles, deve cumprir com os seus deveres. Para isso, é imprescindível saber ouvir, olhar para frente, para trás, e para os lados da direita e da esquerda, a fim de, desse modo, realmente saber onde está e, se pode ou não, continuar caminhando.

Aqui, não estou fazendo crítica ou elogio a ninguém. Estou apenas agindo em respeito e em defesa da vida humana, que é o bem jurídico supremo e assim merecendo sempre a proteção completa.

José Carlos Sousa Silva

Advogado, jornalista e professor universitário, membro da Academia Maranhense de Letras

E-mail: jcss@elo.com.br