Blog

Academia Maranhense de Letras

Joaquim Haickel

Cadeira 37


Craque!…

18 de maio de 2019

Impressionante como os maranhenses gostam de dois assuntos muito polêmicos: política e futebol. Digo isso, pela quantidade de pessoas que me procuram para comentar sobre os textos que tenho escrito a respeito daquele que eu imagino será cenário político do Maranhão e pela repercussão que ouço nos programas de rádio e vejo nas redes sociais, sobre futebol. Imagino que possa juntar os dois assuntos e simultaneamente um tema comum a ambos. A ocorrência de craques nesses setores. Quando eu era criança, os craques do futebol brasileiro eram jogadores da estatura de Garrincha e Pelé, mas a quantidade de gigantes neste […]


Benedito Buzar

Cadeira 13


O secretário que brilha pela ausência

18 de maio de 2019

“Como escrito nas estrelas, o secretário da Cultura estava ausente da cidade e fazendo o que mais gosta: viajar para dentro e fora do Brasil, às custas de recursos públicos. Este é o homem que o governador Flávio Dino encontrou para cuidar de assuntos relativos ao nosso patrimônio histórico, artístico e cultural” Ao renunciar ao cargo de governador, Epitácio Cafeteira se desincompatibiliza para ser candidato ao Senado, em outubro de 1990, ato que permite ao vice, João Alberto de Sousa, assumir o comando do Estado por 11 meses e à frente do qual dá um show de competência e capacidade […]


Joaquim Haickel

Cadeira 37


Craque!…

18 de maio de 2019

Impressionante como os maranhenses gostam de dois assuntos muito polêmicos: política e futebol. Digo isso, pela quantidade de pessoas que me procuram para comentar sobre os textos que tenho escrito a respeito daquele que eu imagino será cenário político do Maranhão e pela repercussão que ouço nos programas de rádio e vejo nas redes sociais, sobre futebol. Imagino que possa juntar os dois assuntos e simultaneamente um tema comum a ambos. A ocorrência de craques nesses setores. Quando eu era criança, os craques do futebol brasileiro eram jogadores da estatura de Garrincha e Pelé, mas a quantidade de gigantes neste […]


José Carlos Sousa Silva

Cadeira 33


Individualização da pena

18 de maio de 2019

Se se quer julgar o homem da maneira mais justa possível, não se pode desprezar a sua universalidade. O homem representa um conjunto de elementos e, por isso, a sua atitude nunca está isolada da própria vontade ou do mundo em que nasceu, cresceu e formou-lhe consciência de si mesmo e do que o cerca. A maneira de ser e de viver em sociedade, tudo isso lhe dá traços próprios e que estão intimamente interligado em suas atitudes. Não lhe bastam circunstâncias materiais, objetivas, também as imateriais, subjetivas, exercem, para a compreensão do bem ou mal, influência em menor ou […]


Natalino Salgado

Cadeira 16


Universidades, luzeiros do saber (III)

18 de maio de 2019

Outro aspecto que vale a pena ressaltar no papel desempenhado pelas universidades é o que alia empreendedorismo, tecnologia e valorização de nossa gente, de nossa cultura. Como diz o João do Vale, se todo mundo canta sua terra, também vou cantar a minha, e no caso, a Universidade Federal do Maranhão como uma das precursoras na valorização dessas áreas a que referi no primeiro parágrafo. Entre as diversas conquistas de nossa gestão, à frente da Universidade Federal do Maranhão, ressalto a inauguração do Centro de Empreendedorismo e Inovação do Campus do Bacanga, oferecendo a oportunidade para implantação das empresas juniores […]


Ceres Costa Fernandes

Cadeira 39


PONTOS DE FUGA

17 de maio de 2019

Caminhos são coisas misteriosas de ver-se, por vezes, corcoveiam em sinuosas curvas e, afinando-se, perdem-se no horizonte; por vezes metem-se por cerrados matagais, fugindo breve à nossa vista. Aonde vão? Chegam ao seu final ou imbricam-se com outros caminhos numa rede interminável, dando voltas ao mundo? Curioso, estão sempre partindo. Não sei o porquê. Só sei que são caminhos de ida, nunca de retorno.Ah, o mistério e o fascínio dos caminhos. Quando menina, não resistia a um quadro, figura ou sugestão que representasse algo semelhante. Desejava pular a barreira da dimensão e mergulhar neles, como uma Mary Poppins, e no […]


Lino Moreira

Cadeira 08


Honesto Desconhecido

12 de maio de 2019

Em meio a 24 deputados da Assembléia Legislativa de Rondônia, houve um solitário que não se envolveu nas falcatruas dos três Poderes, há pouco noticiadas. Ninguém sabe seu nome, é um desconhecido. Se tivesse entrado na dança seria pop star, porque notícia boa é notícia ruim. Convoco o caro leitor a uma campanha nacional para levantar fundos destinados a erguer uma estátua a esse Honesto Desconhecido. Não se fazem estátuas do Soldado Desconhecido, em lembrança dos homens que deram a vida pela pátria, anônimos que, se não o fossem, poderiam ter os nomes colocados em ruas, avenidas, praças, rodovias? Não […]