Notícias

Academia Maranhense de Letras em lançamentos

13 de Maio de 2017

Livros “Da primeira à segunda República”, de Hastimphilo de Moura; “O torrão maranhense”, de Raimundo Lopes; e “Maria da tempestade”, de João Mohana, serão lançados nos dias 15, 17 e 30, respectivamente

Livros ganharam nova edição pela Academia Maranhense de Letras (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS- A Academia Maranhense de Letras (AML) prepara para este mês uma série de lançamentos de livros publicados pela própria entidade. Chegarão ao mercado “Da primeira à segunda República”, de Hastimphilo de Moura; “O torrão maranhense”, de Raimundo Lopes; e “Maria da tempestade”, de João Mohana. As reedições serão lançadas, respectivamente, nesta segunda-feira, 15, quarta-feira, 17 e dia 30 deste mês, todos no Espaço Cultural e Livraria Amei (São Luís Shopping), sempre às 17h.

“Da primeira à segunda República”, de Hastimphilo de Moura, ganha segunda edição após pesquisas feitas por membros da Academia Itapecuruense de Ciências, Letras e Artes. Lançado em 1936 pelo general Hastimphilo de Moura, a obra narra a trajetória de vida do militar que teve atuação destacada na Revolução de 1930. “Este livro é um resgate à memória deste itapecuruense que pouco se conhece e que agora a AML republica com a finalidade de dar entendimento da política maranhense nos anos da Velha República”, diz o presidente da Academia Maranhense de Letras e conterrâneo do autor, Benedito Buzar.

Hastimphilo de Moura, ao longo da vida prestou relevantes serviços ao Brasil. Participou da Comissão Exploradora do Planalto Central, foi chefe da Casa Militar nos governos de Epitácio Pessoa e Artur Bernardes. Na Revolução de 1930, ocupou interinamente o cargo de governador de São Paulo e chegou a ser convidado para governar os estados do Amazonas, Piauí e Maranhão, mas recusou por não ser afeito à política.

Esta edição traz um texto de apresentação assinado pela imortal da Academia de Ciências, Letras e Artes de Itapecuru, Jucey Santos de Santana, no qual ela relata fatos da biografia do general maranhense que nasceu em 22 de dezembro de 1865 e morou em São Paulo e no Rio de Janeiro, onde faleceu em 1956, aos 91 anos.

Em texto na orelha do livro, Benedito Buzar relata a viagem que o general fez à sua terra natal, em 1942. “Naquela oportunidade, praticou um ato altruísta: doou à paróquia de Nossa Senhora das Dores as terras herdadas dos pais”, escreve o presidente da AML.

Torrão

Também reeditado pela AML, o livro “O Torrão Maranhense”, de Raimundo Lopes, foi publicado pela primeira vez em 1916 e reeditado na década de 1960. O lançamento da terceira edição será na quarta-feira, 17. O livro foi escrito pelo maranhense quando este tinha apenas 17 anos e publicado cinco anos depois. Nos anos 1960, ganhou nova impressão sob o patrocínio do então governador José Sarney. Na obra, o autor analisa o meio físico, a vida e a formação humana, bem como também abre espaço para fatores preponderantes com um longo estudo sobre os campos da Baixada.

O outro lançamento será dia 30. Trata-se de um clássico do padre João Mohana. O romance “Maria da Tempestade” foi apontado como um dos melhores livros do gênero no Brasil na década de 1950. Esta é sua 9ª edição.

O romance de João Mohana recria o cenário e o contexto de uma época em que os valores familiares tradicionais eram colocados acima dos ideais de independência e liberdade . Nesse horizonte se descortina a trama de uma história cuja realização, revela-se no conflito com tais valores.

Ambientado em São Luís no início dos anos 1900, o livro traz a história de Bárbara Macedo Sena, filha mais nova e única mulher de seis filhos do casal Godofredo e Elisa. Desde pequena era criada de forma a obedecer aos rigorosos preceitos da educação familiar. Certo dia, Bárbara encontra com Guilherme e inicia uma paixão. Narrado em primeira pessoa, a obra traz muitas críticas à sociedade da época.

Serviço

O quê

Lançamentos AML

Quando

Dias 15, 17 e 30 deste mês

Onde

Espaço Cultural e Livraria Amei – São Luís Shopping