A PALAVRA DO PRESIDENTE

Carlos Gaspar
Cadeira Nº 26

VOLTA a circular a Revista da Academia Maranhense de Letras, em sua 31ª edição. Por certo, como facilmente pode ser constatado, a serem considerados os 108 anos de história da Casa de Antônio Lobo, poucas vezes ela, a Revista, foi colocada à disposição dos seus membros, da intelectualidade maranhense e brasileira, bem como do público em geral. As razões se encontram na própria vida tumultuada por que passou a nossa Instituição, em longo período, bem como pela instabilidade social e política vivenciada por toda a sociedade ludovicense.

O importante é que a Revista vem se recuperando no tempo, de modo quantitativo e qualitativo, bastando lembrar que, ultimamente, embora quase sem periodicidade preestabelecida, tem sido ofertada, noticiando os acontecimentos internos da Academia, as manifestações literárias dos acadêmicos e outros eventos de natureza diversa.

Com vistas a que seja obedecida certa regularidade, a atual Diretoria da Academia resolveu adotar metas de edição, signifi cando dizer que a Revista terá uma tiragem trimestral, sendo esta a de número 31, considerada relativa ao último período do ano em curso, dado que a partir de dezembro próximo se dará o recesso anual da Casa, que irá até o último dia do mês de fevereiro do ano próximo.

Por outro lado, também fi cou estabelecido que a Revista obedecerá, rigorosamente, ao critério de seccionamento, fi xando temas e limites de abordagens, propiciando ao leitor maior atrativo e rapidez na busca de assunto de sua preferência.

Há ainda, a propósito da Revista, normas de observação quanto ao formato, seleção de matérias, número de páginas, distribuição dos exemplares e mais o que se fi zer necessário, dentro de um critério de decisão coletiva, sempre com bastante zelo pela imagem da Casa e dos seus membros, efetivos ou correspondentes.

Como órgão ofi cial da Academia Maranhense de Letras, espera-se que esta Revista, nos moldes em que se apresenta, tenha uma boa acolhida de parte dos seus leitores, ao mesmo tempo em que a Comissão que a organiza e dirige se coloca à disposição para receber sugestões que visem a melhor atender aos anseios de todos, na medida em que os próximos números forem editados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carrinho de compras