O Sobrado Amarelo

Este não é um livro de memórias. Até porque, se pretendesse dar-lhe tal enfoque, eu o deveria ter escrito com apropriada finalidade. Jamais me passou a idéia de elaborar um trabalho de tamanha envergadura, desses elaborados pelos memorialistas, que requer busca de anotações guardadas 1 de muitas lembranças adormecidas.
Dá-se que minha capacidade de reter na mente fatos e pessoas carece de precisão. As reminiscências que me calam obedecem a hiatos inexplicáveis, que frustram as minhas expectativas. E, com os anos passando, essas fendas se expandem e se aprofundam, no acompanhamento natural da idade que possuo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carrinho de compras