Entre Viana e Viena

Após avaliar e organizar as crônicas que escrevi, desde 1991, resolvi selecionar 100 delas e publicá-las para que não se percam no esquecimento das folhas amareladas dos jornais. Reunir crônicas em um livro é uma tentativa de perpetuá-las, tornando-as mais acessíveis à leitura. Como não admito que se percam ao vento as coisas escritas, por mais simples que sejam, resolvi publicar estas crônicas. Nelas está externado um pouco de mim mesmo, pelas ideias, pelos posicionamentos e críticas. Em tudo que se escreve fica um pedaço da alma do escritor.
Grande parte destas crônicas foi publicada no jornal O progresso, de Imperatriz, no espaço da Academia Imperatrizense de Letras. Outras foram publicadas no jornal O Estado do Maranhão e no jornal O renascer vianense, da Academia Vianense de Letras. Algumas não chegaram a ser publicadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carrinho de compras