Canções de agosto

A estória que se desenrola nas próximas páginas tem dois tempos de ação. Um primeiro, correndo cronologicamente, por vezes em saltos de anos e tendo sua partida no terceiro quarto do século XX; e um segundo, todo concentrado no mês de agosto contemporâneo. As épocas se entrelaçam pelas lembranças do protagonista, mas são mantidas estanques, como que independentes, sem, por óbvio, sê-lo. O tempo fluindo das reminiscências atravessa duas décadas enquanto o outro corre lento, contudo, não superando quatro semanas de um mês de agosto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carrinho de compras