Traduções de Voltaire

O tempo, que envelhece, mata e sepulta a todos os viventes, encarrega-se às vezes, caprichoso e seletivo, de restituir alguns ao curso da História, para que, sob nova luz, recebam diferente apreciação quanto aos próprios feitos, não devidamente percebidos na outra idade, sobrestimados que o tenham sido, ou negligenciados e até nega-los pelas gerações antevindas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carrinho de compras