Armando Vieira da Silva

Biografia

Armando Vieira da Silva nasceu em São Luís, a 30 de agosto de 1887 e faleceu em 9 de outubro de 1940. Formou-se em direito e exerceu vários cargos de destaque na administração pública de sua terra. Dirigiu a Imprensa Oficial e o Sindicato Maranhense de Imprensa. Fundou, com Abelardo Rocha e outros, a Companhia Telefônica do Maranhão. Faleceu como procurador regional da República neste Estado, cargo em que se houve com probidade e competência. Vieira da Silva era poeta vibrante e escritor de forma colorida e castiça. Na juventude estampou versos repassados de ternura, como o soneto Cigana, que anda em muitas antologias.

Bibliografia

  1. Vibrações da noite, Tip. Ramos d\’Almeida & C. Sucs. Maranhão, 1907, 12 p.
  2. Poesias. Maranhão: Tip. Teixeira, 1908, 113 p.
  3. Uma candidatura. Maranhão: Tip. Teixeira , 1934, 16 p.
  4. Portugal. Maranhão: Tip. Teixeira, 1934, 48 p.
  5. Henrique Coelho Neto, conferência, in Revista da Academia Maranhense de Letras, São Luís, v. III , 1935, p. 20 a 56.
  6. Mussolini. Maranhão: Tip. Teixeira, 1935, 16 p.
  7. Consolação, crônicas. Rio de Janeiro: Bedeschi 1937, 304 p.
  8. Nascimento Morais. Discurso de recepção na Academia, in Revista da Academia Maranhense de Letras, São Luís v. VI, 1949, p. 81 a 88.
  9. Discurso proferido na abertura da Semana Militar. São Luís: Of, Gráfica Tribuna, s.d., 7 p.
  10. Oração à bandeira. São Luís, s.d.
  11. O beijo, conferência no Clube Euterpe. São Luís.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Armando Vieira da Silva

Biografia

Armando Vieira da Silva nasceu em São Luís, a 30 de agosto de 1887 e faleceu em 9 de outubro de 1940. Formou-se em direito e exerceu vários cargos de destaque na administração pública de sua terra. Dirigiu a Imprensa Oficial e o Sindicato Maranhense de Imprensa. Fundou, com Abelardo Rocha e outros, a Companhia Telefônica do Maranhão. Faleceu como procurador regional da República neste Estado, cargo em que se houve com probidade e competência. Vieira da Silva era poeta vibrante e escritor de forma colorida e castiça. Na juventude estampou versos repassados de ternura, como o soneto Cigana, que anda em muitas antologias.

Bibliografia

  1. Vibrações da noite, Tip. Ramos d\’Almeida & C. Sucs. Maranhão, 1907, 12 p.
  2. Poesias. Maranhão: Tip. Teixeira, 1908, 113 p.
  3. Uma candidatura. Maranhão: Tip. Teixeira , 1934, 16 p.
  4. Portugal. Maranhão: Tip. Teixeira, 1934, 48 p.
  5. Henrique Coelho Neto, conferência, in Revista da Academia Maranhense de Letras, São Luís, v. III , 1935, p. 20 a 56.
  6. Mussolini. Maranhão: Tip. Teixeira, 1935, 16 p.
  7. Consolação, crônicas. Rio de Janeiro: Bedeschi 1937, 304 p.
  8. Nascimento Morais. Discurso de recepção na Academia, in Revista da Academia Maranhense de Letras, São Luís v. VI, 1949, p. 81 a 88.
  9. Discurso proferido na abertura da Semana Militar. São Luís: Of, Gráfica Tribuna, s.d., 7 p.
  10. Oração à bandeira. São Luís, s.d.
  11. O beijo, conferência no Clube Euterpe. São Luís.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carrinho de compras