Raul Astolfo Marques

Biografia

Raul Astolfo Marques nasceu em São Luís, em 11 de abril de 1876 e faleceu na mesma cidade, em 20 de maio de 1918. De origem humílima, lutou bravamente nos começos para galgar uma posição de destaque na vida social e literária de sua terra, conseguindo-o a golpes de esforço estrênuo e aplicação indormida. Jornalista e tradutor, contista apreciado e ensaísta, iniciou a carreira trabalhando na Biblioteca Pública, no humilde mister de servente. Depois, com Antônio Lôbo, fundou a Oficina dos Novos e passou a servir não mais à Biblioteca, mas à literatura maranhense. E’ fundador da Academia Maranhense de Letras, criando a Cadeira nº 10, patrocinada por Henriques Leal.

Bibliografia

  1. \”A nova geração literária”. Trad, de um artigo de Eugene Montfort in \”Revista do Norte”, nºs, 29 e 32, de 1 de novembro e 16 de dezembro de 1902 – São Luís.
  2. \”Por amor\”, romance. Traduzido de Paul Bertnay – Maranhão, 1903.
  3. \”A vida maranhense\”, contos. Tip. Frias – Maranhão, 1905.
  4. \”De São Luís a Teresina”. Notas e impressões de viagem – São Luís, 1906.
  5. \”O Maranhão por dentro”. Revista de acontecimentos maranhenses. Música de Inácio Cunha – Maranhão, 1907.
  6. \”Natal\” (Quadros). Tip. Teixeira – Maranhão, 1908, 67 p.
  7. \”Esboços e quadros\” – São Luís, 1909.
  8. \”O Dr. Luís Domingues” – São Luís, 1910.
  9. \”A Nova Aurora” – São Luís, 1912.
  10. “A comemoração dos Reis, in “Diário Oficial”, ed. de 8-1-19, 1912 – São Luís.

Conta-se na sua bibliografia um extenso número de artigos, contos, entrevistas e traduções esparsos na \”Revista do Norte”, no \”Jornal\”, na \”Pacotilha” no \”Boletim da Oficina dos Novos\” e em outras folhas. Deixou inéditos vários livros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carrinho de compras