Edson Carvalho Vidigal

Biografia

Nasceu em Caxias-MA, a 20 de julho de 1944. Filho de Edson Castro Vidigal e Maria Helena Carvalho. Bacharel em Direito pela Universidade de Brasília-UnB, com Pós-Graduação em Teoria Geral do direito Público, Filosofia do Direito e Criminologia.

Iniciou suas atividades como jornaleiro, passando, em seguida, a repórter de polícia, depois de política, a chefe de reportagem e a diretor de redação de diversos jornais de São Luís, nos quais também colaborou na qualidade de cronista. Em 1968 foi selecionado para a equipe pioneira de lançamento da revista Veja, onde trabalhou como correspondente em São Luís. Ainda como jornalista, atuou em O Globo, Jornal do Brasil e Correio Braziliense.

Líder estudantil, era vice-presidente da UMES em abril de 1964, quando foi preso, afastado dessa função e teve cassado seu mandato de vereador à Câmara Municipal de Caxias. Eleito deputado federal em 1978, exerceu importantes funções na Câmara, entre as quais as de presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia e da Comissão de Comunicações, além de participar de simpósios, seminários e comissões especiais. Um dos fundadores do Partido Popular e presidente de seu diretório regional no Maranhão, participou da incorporação dessa agremiação partidária ao PMDB, de cuja seção regional no Maranhão participou, como vice-presidente. Foi candidato a governador do Estado em 2006 e a senador em 2010.

Advogou junto os tribunais superiores do país e exerceu as funções de procurador judicial do Estado do Espírito Santo, de assessor especial do Presidente da República para assuntos do Judiciário e do Ministério Público e de consultor jurídico do Ministério dos Transportes. Possui diversos cursos de atualização ou especialização nas áreas de Direito, Política e Desenvolvimento. Filiado ao Instituto Brasileiro de Direito Processual, ao Instituto Brasileiro de Ciências Criminais, ao Instituto Brasileiro de Política e Direitos do Consumidor, à Associação dos Magistrados do Brasil e à Associação dos Juízes Federais do Brasil.

Detentor de diversas distinções honoríficas, quais sejam as seguintes: do Mérito Judiciário do Trabalho, do Mérito Aeronáutico, do Mérito das Forças Armadas, da Ordem de Rio Branco, Medalha do Pacificador, do Mérito Militar e do Mérito da Inconfidência (do Governo de Minas Gerais).

Ministro (hoje aposentado) do Superior Tribunal de Justiça (nomeado em 1987 para compor o quinto constitucional do então TFR), do qual foi presidente. Edson Vidigal também exerceu o magistério na Universidade de Brasília.

Agraciado com a cidadania honorária de diversos municípios maranhenses e unidades da Federação, a exemplo de: Pio XII, Chapadinha, Aldeias Altas, Coroatá, São Luís, Paraíba, Piauí e Distrito Federal.

Bibliografia

Missa convite. São Luís: Fundação Cultural do Maranhão, 1975 (2.ed., São Luís: Edições AML, 1997); Os dias lindos (crônicas), Brasília: Comitê de Imprensa do Senado Federal, 1979; As trombetas do amém. Brasília: Comitê de Imprensa do Senado Federal, 1979; Relatório Jari (estudo e conclusões sobre a Jari Florestal e Agropecuária Ltda.) Brasília: Centro de Documentação e Informação da Câmara dos Deputados, 1980. A denúncia e o desafio (discursos parlamentares) Brasília: Centro de Documentação e Informação da Câmara dos Deputados, 1981; A coragem de resistir (pensamento e atuação parlamentar). Brasília: Centro de Documentação e Informação da Câmara dos Deputados, 1982; Um amor quase exemplar (poesia). São Luís: Edições AML, 1994; De como ganhar o mundo e ser ganho por ele. Rio de Janeiro: Topbooks, 2006.

A bibliografia de Edson Vidigal compreende, ainda, diversos trabalhos sobre assuntos jurídicos, políticos e econômicos publicados em revistas e jornais diversos, e a publicar.

Discursos de Posse

Aguarde Atualização…

Textos Escolhidos

Aguarde Atualização…

Iconografia

Aguarde Atualização…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carrinho de compras